Parar de fumar – Tabaco e doenças respiratórias

Parar de fumar – Como todos sabem a grande maioria, o ato de fumar nós causa diversos malefícios à saúde física quanto mental, mas nem todos sabem o que realmente acontece com o nosso corpo e como ele reage diante disso tudo; nem o que contém neste pequeno bolo de fumo para que consiga nos trazer tanto mal.

Hoje, trazemos um pouco de dicas para quem desejar parar de fumar, como também, como tudo age dentro de nos.

Tipo de substâncias

 Quando uma pessoa passar a tem o hábito de fumar, ela está se expondo a diversas substancias tóxicas, como por exemplo:

  • Monóxido de Carbono
  • Formaldeído
  • Fósforo P4/P6
  • Arsênio
  • Níquel
  • Cádmio
  • Chumbo
  • E diversas outras

Entretanto, essas substâncias, como por exemplo, o fósforo P4/P6  no mercado ele é utilizado para extermina ratos e isso quando entra em contato com o interior do corpo ele consegue desregula a autonomia e funcionalidade de cada órgão, principalmente, o pulmão, fígado, pâncreas e laringe.

Doenças associadas

Hoje trazemos um pouco sobre algumas doenças associada ao uso do cigarro, como por exemplo:

  • Enfisema Pulmonar e Bronquite
  • Infarto e AVC
  • Impotência Sexual
  • Doenças Reumáticas
  • Úlcera Gástrica
  • Alterações Visuais
  • Alterações de memória
  • Complicações na Gravidez
  • Câncer de Bexiga
  • Câncer de Pulmão

Enfisema pulmonar e bronquite

O enfisema pulmonar e bronquite hoje,é considerada como Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, ou seja, é uma doença respiratória progressiva que não tem cura, pela qual, é resignada pela inflamação dos pulmões e lesões.

Portanto, quando inalamos a fumaça emitida pelo cigarro sendo fumante ativo ou até mesmo passivos está sujeito a doença, desta forma, a fumaça entrando em nossos pulmões é capaz de obter uma inflamação no tecido que reveste as vias respiratórias, assim, dificultando a passagem de ar e reduzindo a capacidade dos pulmões.

Embora, esta inflamação faz com que as células e tecido não funcionem devidamente, desta forma, havendo a dilatação das vias respiratórias e aprisionando o ar pelo qual podemos identificar o enfisema pulmonar, como também, a disfunção das glândulas que produzem muco, causando tosse e produção de secreção respiratória que consideramos a bronquite.

Parar de fumar – Sintomas

  • Tosse Crônica
  • Produção Excessiva de Catarro, principalmente, pela manhã
  • Surgimento de Pneumonia Frequente

Como parar de fumar?

Entretanto, há duas formas de conseguir abandonar o vício. Uma  delas poderá ser mais radical e está interrompendo o uso imediatamente, como também, a outra está diminuindo gradativamente a quantidade diária de uso do cigarro, este é o método mais aconselhado,pelo fato, de que poderá ir controlando aos poucos o grau de sua abstinência. Assim, chegará  um ponto que poderá não sentir mais vontade ou necessidade de fumar.

Além disso, poderá desenhar um plano para poder parar de fumar, estabeleça metas quantidades limites por dia, mas também, estabelecer o dia específico para que finalize o vício.

Alias, sua maior importância do porque deve parar de fumar é para que consiga evitar a progressão da inflamação dos pulmões e a piora dos sintomas.

Métodos para um novo olhar

Portanto, como citado acima faça uma planejamento estabelecendo quantidades a ser consumidas e dia de encerramento para que consiga para de fumar.

Passe a praticar mais exercícios físicos, pois assim conseguirá
trabalhar mente e corpo e assim esquecer ou deixar de sentir desejo por fumar.

Afinal, não podemos esquecer que o apoio de amigos e familiares é indispensável pelo fato de ter outro tipo de acompanhamento e um controle de risco contra recaídas ao longo do seu planejamento para parar de fumar.

Contudo, mude sua rotina antiga, evite lugares e pessoas que
o faça lembrar e sentir vontade de fumar procure explorar sua cidade ou até
mesmo novos hobbies.

3 thoughts on “Parar de fumar – Tabaco e doenças respiratórias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *