Parar de fumar- O vício da nicotina

Como parar de fumar – Entretanto, o ato de fumar é o principal fator de risco para diversas doenças, como por exemplo, o mais relatado temos o câncer de pulmão; segundo o atlas de Mortalidade por Câncer, 26.498 pessoas morreram em decorrência do tumor pulmonar. O vício em nicotina, seja ela no cigarro, no fumo ou no cachimbo, está muito relacionado às associações comportamentais que a pessoa faz com o hábito de fumar, como resultado, consequentemente obstruindo a necessidade de parar de fumar.

Embora, os receptores específicos para a nicotina no cérebro, quando ativados, liberam substâncias que garantem sensação de prazer e relaxamento. Por este fato, é tão usado pelos usuários como forma de amenizar a ansiedade e estresse ocasionado.

Entretanto, o maior indício apresentado por pessoas dependentes são os sintomas de abstinência, dessa forma só conseguem ser identificados quando limita um prazo maior entre um cigarro e outro ou quando decidem parar de fumar. Os sintomas variam de pessoa para pessoa, mas, em geral, apresentam irritabilidade, agressividade, algumas pessoas relatam alteração do sono, fissura e entre outros.

O que é tabagismo?

O tabagismo é uma toxicomania caracterizada pela dependência física e psicológica do consumo de nicotina, substância presente no tabaco. É considerada uma doença pela Organização Mundial de Saúde (OMS) devido às alterações físicas, emocionais e comportamentais que provoca. Além disso, é uma droga que contém mais de 4.700 substâncias químicas nocivas para o organismo. É causa pela dependência do tabaco, seja ele de qualquer forma: cigarro, fumo ou cachimbo.

Parar de fumar – Sintomas de tabagismo

Os critérios diagnósticos para Dependência Química se aplicam também ao tabagismo. São eles:

  • Esforços para manter o uso diário da substância.
  • Existe um desejo persistente ou esforços mal-sucedidos no sentido de reduzir ou controlar o uso da substância.
  • A substância é frequentemente consumida em maiores quantidades ou por um período mais longo do que o pretendido.
  • Sintomas de abstinência produzem mal-estar clinicamente significativo, fazendo com que importantes atividades sociais, ocupacionais ou recreativas são abandonadas ou reduzidas em virtude do uso da substância.
  • O uso da substância continua, apesar da consciência de ter um problema físico ou psicológico persistente ou recorrente que tende a ser causado ou exacerbado pela substância.

Quais são as consequências?

O cigarro causa diversas doenças, não só câncer de pulmão. Entre elas estão as doenças cardiovasculares – como infarte, angina, acidente vascular cerebral – e outras doenças pulmonares, como bronquite e enfisema.

Como parar de fumar?

Entretanto, há duas formas de conseguir abandonar o vício. Uma  delas poderá ser mais radical e está interrompendo o uso imediatamente, como também, a outra está diminuindo gradativamente a quantidade diária de uso do cigarro, este é o método mais aconselhado,pelo fato, de que poderá ir controlando aos poucos o grau de sua abstinência. Assim, chegará  um ponto que poderá não sentir mais vontade ou necessidade de fumar.

Além disso, poderá desenhar um plano para poder parar de fumar, estabeleça metas quantidades limites por dia, mas também, estabelecer o dia específico para que finalize o vício.

Métodos para um novo olhar

Portanto, como citado acima faça uma planejamento estabelecendo quantidades a ser consumidas e dia de encerramento para que consiga para de fumar.

Passe a praticar mais exercícios físicos, pois assim conseguirá trabalhar mente e corpo e assim esquecer ou deixar de sentir desejo por fumar.

Afinal, não podemos esquecer que o apoio de amigos e familiares é indispensável pelo fato de ter outro tipo de acompanhamento e um controle de risco contra recaídas ao longo do seu planejamento para parar de fumar.

Contudo, mude sua rotina antiga, evite lugares e pessoas que o faça lembrar e sentir vontade de fumar procure explorar sua cidade ou até mesmo novos hobbies.

One thought on “Parar de fumar- O vício da nicotina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *