Alimentos que aumentam a testosterona

Ovo

É um excelente alimento, muito completo nutricionalmente, que de acordo com estudos recentes podemos consumir diariamente.

Ele contém vitamina D, que demonstrou aumentar a produção de testosterona. De acordo com um estudo da Universidade Médica de Graz, na Áustria, realizado com um grupo de homens, a vitamina D está diretamente envolvida na regulação do metabolismo androgênico masculino.

Isso significa que todos aqueles que consumiram mais vitamina D geraram uma quantidade maior de testosterona no sangue.

É por isso que, de fato, a libido geralmente aumenta no verão, uma vez que a exposição ao sol está diretamente relacionada à síntese dessa vitamina.

O ovo é, por outro lado, uma boa fonte de proteínas de alto valor biológico, que alimentam a massa muscular, de modo que são excelentes aliados para quem pratica esportes.

Alho

O alho é bom para muitas coisas. Melhora a circulação sanguínea e é um poderoso antibiótico natural, contém antioxidantes, mantém os níveis de colesterol e contribui para regular a pressão arterial, entre outras propriedades. Mas também é bom para aumentar os níveis de testosterona no sangue e, entre outras coisas, melhorar a atividade sexual masculina.

De acordo com um estudo da Universidade de Mulheres de Kobe, no Japão, o dissulfeto de dialilo, um composto encontrado no alho, estimula a liberação do hormônio lutenizante, que causa aumento da produção de testosterona nos testículos.


Abacate

É rico em gorduras insaturadas, também presentes em outros alimentos, como o azeite, que demonstrou ser benéfico para a produção de testosterona. De acordo com um estudo publicado no Journal of Steroid Biochemistry, que examinou a ingestão de gordura em um grupo de homens saudáveis, aqueles que reduziram a ingestão de gorduras saudáveis ​​(ou seja, monoinsaturadas e poliinsaturadas) viram os níveis de testosterona no sangue caírem.

Nozes

Eles contêm vitamina E, que alguns estudos dizem respeito ao aumento da testosterona e, portanto, da libido, mas também do selênio, um mineral fundamental que influencia os níveis de testosterona e melhora a quantidade e a qualidade dos espermatozoides.

As nozes também contêm ácidos graxos insaturados, como abacate e azeite, que também influenciam a produção desse hormônio. Outros alimentos que contêm selênio são castanhas, pinhões, cogumelos, grãos integrais, aveia ou pepino.

Brócolis

Legumes como couve-flor, repolho ou brócolis ajudam a reduzir o excesso de estrogênio, aumentando assim a eficácia da testosterona.

O brócolis é, portanto, um alimento básico para as dietas que buscam ganhar músculos livres de gordura e é considerado um “defensor natural” da testosterona. Por fim, ele também é rico em fibras e antioxidantes, pobre em carboidratos, muito baixo em calorias e rico em zinco, outro mineral decisivo para o bom funcionamento do sistema reprodutor masculino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *